01/10/2015

Topolino - Alimentação: Vegetais


Na pirâmide alimentar dos topolinos, logo acima da ração (base da alimentação) se encontram os vegetais frescos. Eles constituem 10% da dieta desses pets.
Os vegetais, de forma geral, são plantas próprias para o consumo, tanto humano quanto de vários animais, como porquinhos da índia, coelhos, chinchilas, hamsters, ouriços, etc.

Podem ser consumidos crus ou cozidos. Para os topolinos, o recomendado é oferecer os vegetais sempre crus, pois quando cozidos eles perdem parte de seus nutrientes. Vegetais cozidos podem ser oferecidos em papinhas para topolinos doentes que estejam com dificuldade para se alimentar.

Benefícios dos vegetais

-F
ornecem uma rica variedade de vitaminas, minerais e outros nutrientes como as fibras.

-Fornecem umidade na dieta do pet.
O pouco consumo de água pode acarretar problemas na bexiga e rins do topolino.

-Tornam a dieta do pet mais interessante.
Os vegetais possuem diferentes texturas, sabores e cheiros, que estimulam o topolino  e aguçam seus sentidos. Os topos podem ser exigentes com o gosto da comida, então é recomendado que o dono ofereça diferentes tipos de vegetais para ver qual agrada mais ao pet.

Tipos de vegetais que podem ser fornecidos:

-Ervas:
agrião, alecrim, alfafa, bardana, bolsa-de-pastor, borragem, camomila, cardo-leitoso, coentro, erva-doce, grama, grama de trigo, hortelã, hortelã-pimenta, endro/dill, levístico, manjericão, melissa, malva, morugem, orégano, salgueiro, salsa/salsinha, sálvia, senécio, serralha, tasneirinha, tomilho, trevo, urtiga.

-Flores
:
amor-perfeito, calêndula, dente-de-leão, hibisco, lavanda, rosas.

-Legumes:
abóbora, abobrinha, alcachofra, aspargo, chuchu, jiló, maxixe, pepino (comum, japonês), pimentão (amarelo, verde, vermelho), quiabo, vagem.

-Raízes:
batata doce, beterraba, cenoura, couve-rábano, jicama, nabo, rabanete.

-Vegetais com caule: brócolis, broto de alfafa, broto de bambu, broto de feijão, broto de rabanete, couve-de-bruxelas, couve-flor, couve-lombarda, repolho, repolho-roxo.

-Vegetais folhosos: acelga, aipo/salsão, alface (crespa, lisa, mimosa, romana, roxa), almeirão, catalônia, chicória, couve, couve-chinesa, endívia/escarola, espinafre, folhas de batata doce, folhas de beterraba, folhas de brócolis, folhas de cenoura, folhas de dente-de-leão, folhas de framboesa, folhas de morango, folhas de nabo, folhas de pepino, folhas de rabanete, mostarda, palha de milho (o cabelo também), radiche, rúcula.

Todos esses vegetais podem ser oferecidos também quando desidratados.

Quantidade


Os vegetais devem ser fornecidos todas as semanas, em média duas a três vezes por semana, em tamanhos pequenos, em média do tamanho de uma colher de chá. A maior quantidade desses vegetais (cerca de 75%) deve ser composta de vegetais folhosos, principalmente as folhas escuras, pois possuem pouca quantidade de calorias e são ricas em vitaminas e fibras. É recomendado oferecer, pelo menos, três tipos de vegetais diferentes por dia, para estimular o pet a comer. Não sirva os vegetais frios: topolinos não gostam de alimentos muito gelados, e vegetais frios podem causar diarreia. Deixe os vegetais em temperatura ambiente, lavando-os ou deixando-os de molho em água morna. Os vegetais que não forem comidos, ao final do dia, devem ser removidos do alojamento, pois vão estragar e atrair insetos.

Eles devem ser introduzidos na dieta do topolino da forma gradativa, para evitar problemas digestivos. De preferência, um vegetal por vez. Assim que o pet estiver acostumado com eles, procure variar bastante nos tipos de vegetais oferecidos, para manter a dieta do topolino  balanceada.

É preciso ficar atento às informações nutricionais desses alimentos, principalmente o cálcio, para ter um maior controle sobre a frequência que cada vegetal pode ser oferecido ao pet.

Como comprar e escolher

O
s vegetais são vendidos em mercados e feiras, sendo bem simples de encontrar. Escolha vegetais como se estivesse comprando para si mesmo: evite verduras esmagadas ou velhas, preferindo vegetais frescos e limpos.

Tenha certeza do que você está oferecendo ao pet. Os vegetais podem ter diferente nomes em diferentes regiões, então é preciso ter certeza de que o alimento que você comprou ou colheu é mesmo o que você está pensando que é. Comparar fotos no google imagens é uma boa dica.

Além de fornecer ao pet vegetais de consumo humano, os topolinos também pode comer vários vegetais que são descartados pelos vendedores por serem duros e fibrosos (o que os torna ótimos para a dieta dos topolinos), como folhas de couve-flor, folhas de cenoura e caules de brócolis. Nem todos esses descartes são seguros, por exemplo, as folhas e o caule do tomate são tóxicos. Fazer amizade com algum vendedor de feira pode ser uma boa pedida para conseguir esses descartes de graça.

Como colher

C
aso você decida colher os vegetais de um jardim ou horta, tenha as seguintes precauções:

Evite áreas que tenham sido tratadas com herbicidas ou pesticidas.
•Evite áreas que sejam frequentadas por cães ou gado, pois as fezes desses animais podem contaminar as plantas.
•Evite plantas que tenham mofo ou fungos.
•Evite plantas que estejam crescendo à beira de estradas movimentadas.
•Lembre-se que plantas jovens costumam ser mais nutritivas e saborosas. À medida que as plantas crescem e criam sementes, os nutrientes são desviados para a produção das sementes e as folhagens da planta diminuem seu valor nutricional. À medida que algumas espécies de plantas crescem, a quantidade de ácido oxálico aumenta e elas se tornam mais amargas.

Armazenamento

Os vegetais devem ser mantidos na geladeira. O melhor é lavá-los antes de guardá-los. Se você quiser ir além na higiene desses alimentos, uma boa pedida é deixar os vegetais de molho em produtos próprios para a limpeza dos mesmos como o Hidrosteril por 15 minutos, ou mesmo uma solução de vinagre (duas colheres de sopa de vinagre para cada litro de água), por 30 minutos. Para guardar, uma boa pedida é manter os vegetais limpos dentro de potes de vidro, com uma folha de papel toalha forrando o pote. Essa dica ajuda a manter as folhas frescas e conservadas por muito mais tempo.

Soltar o topolino para "pastar"

N
ão é seguro soltar seu topolino no quintal, mesmo que ele seja seguro e limpo. Pequenos insetos como formigas podem picá-lo e machucá-lo, predadores como gatos e gaviões podem facilmente pegá-lo, e é muito fácil "perder" o topolino nesses locais. Mantenha seu pet protegido dentro de casa.

Leia também:Alimentação (Resumo)

Referências:

http://www.thefunmouse.com/
http://www.guinealynx.info/index.html
http://www.rspca.org.uk/


Por: Louis Patrick Fortunato Nunes.

Nenhum comentário :

© 2014-2015 Pets e Fofuras | Todos os direitos reservados