28/11/2014

Topolino - Introdução


Classificação

Animal: Topolino.
Nome em Inglês: Mini Mouse.
Nome Científico: Mus musculus.
Gênero: Mus.
Subfamília: Murinae.
Família: Muridae.
Superfamília: Muroidea.
Subordem: Myomorpha.
Ordem: Rodentia.
Classe: Mammalia.
Subfilo: Vertebrata.
Filo: Chordata.
Reino: Animalia.

Ficha


Tamanho (médio): 8cm a 13cm (com cauda).
Peso (médio): 18g a 21g.
Expectativa de Vida: 1 a 2 anos.
Maturidade Sexual: 28 dias.
Período de Gestação: 19 a 21 dias.
Número de Filhotes: 4 a 8 (média 6).
Desmame: 21 dias.
Ninhadas por ano: 5 a 6.
Dieta: Onívoro.
Atividade: Crepuscular e noturno.
Socialização: Colônia.



Os topolinos são os menores roedores domésticos do Brasil. Na realidade, nada mais são do que uma seleção genética dos camundongos. Em busca de animais cada vez menores, os criadores realizaram cruzamentos selecionados até chegarem ao pequeno roedor que temos hoje, chamado de Topolino.

Morfologicamente eles são muito semelhantes aos camundongos. Possuem orelhas redondas, focinho pontudo e olhos pequenos. A pelagem pode ser de diversas cores, sempre malhada. A coloração mais comum no Brasil é a clássica branca com manchas pretas, chamada por alguns de "panda". O rabo é comprido, fino e pelado, sendo todo rosado ou possuindo pequenas manchas pretas.

Não enxergam tão bem, porém possuem olfato e audição muito apurados. São agitados e adoram correr, saltar e escalar, então devem ser manuseados com cuidado, pois podem saltar das mãos dos donos facilmente. Precisam de exercício e são recomendados brinquedos e rodas de exercício. Os dentes estão em constante crescimento, então devem ser oferecidos materiais para auxiliar no desgaste dos mesmos.

O comportamento varia muito de indivíduo para indivíduo e do tipo de manejo que o animal recebeu quando filhote. Animais pouco manuseados costumam se tornar assustados e com isso podem urinar ou defecar nas mãos do dono em alguns casos até morder. Com o tempo, porém, a tendência é que o topolino se torne dócil e aprenda a apreciar o contato com o dono.

Para estimação, as fêmeas são mais recomendadas, pois aceitam facilmente companheiras do mesmo sexo. Com o alojamento adequado, é possível criar colônias de até dez ou mais indivíduos, convivendo pacificamente juntos. Os machos, porém, algumas vezes podem se tornar agressivos com seus companheiros. Sendo assim, nem todos os machos aceitam companhia e alguns preferem viver sozinhos.

O odor dos dejetos é mais acentuado no macho, pois ele costuma marcar todo o território do alojamento para atrair possíveis fêmeas e afastar machos rivais. A urina possui cheiro forte, mas mantendo a limpeza regular, o cheiro não chega a incomodar. No caso das fêmeas a urina possui cheiro mais fraco e dificilmente incomoda o olfato do dono.

Meigos e doces, é fácil se apegar aos topolinos. Infelizmente vivem apenas cerca de um a dois anos, mas vale a pena a oportunidade de ter um desses amiguinhos em casa.


Por: Louis Patrick Fortunato Nunes.

3 comentários :

Bárbara V.C. Malk disse...

Ai, fico com tanto receio sobre essa vida curtinha. Dá um nó no coração <3

Anônimo disse...

Faz um post falando sobre alimentação e o alojamento??? Fiquei bem interessado nesse bichinho lindo!

Pets e Fofuras disse...

Olá, leitor! Estamos preparando vários textos explicativos sobre os topolinos. Queremos cobrir todos os aspectos da criação desses bichinhos. Semana que vem deve estar surgindo no blog o resumo de alimentação deles S2

© 2014-2015 Pets e Fofuras | Todos os direitos reservados