13/02/2015

Hamster Chinês - Introdução


Classificação

Animal: Hamster Chinês.
Nome em Inglês: Chinese Hamster, ou Chinese Dwarf Hamster.
Nome Científico: Cricetulus griseus.
Gênero: Cricetulus.
Subfamília: Cricetinae.
Família: Cricetidae.
Superfamília: Muroidea.
Subordem: Myomorpha.
Ordem: Rodentia.
Classe: Mammalia.
Subfilo: Vertebrata.
Filo: Chordata.
Reino: Animalia.

Ficha

Tamanho (médio): 9cm a 12cm.
Peso (médio): 36g a 46g.
Expectativa de vida: 2 a 3 anos.
Maturidade Sexual: 30 dias.
Período de Gestação: 21 dias (média).
Número de Filhotes: 2 a 8 (média 5).
Desmame: 21 a 25 dias.
Ninhadas por ano: 10 a 12.
Dieta: Onívoro.
Atividade: Crepuscular.
Socialização: Solitário.




Os hamsters chineses são uma das quatro espécies de hamsters comumente criados como animais de estimação no mundo todo. Infelizmente, não existem hamsters chineses no Brasil, e não se tem registro se eles já estiverem presentes no país em algum momento.

Você já deve ter ido ao pet shop e se deparado com um "hamster chinês". Esses hamsters, na verdade, são anões russos híbridos, misturas entre o anão russo winter white e o campbell. Por algum motivo, os criadores e vendedores de pet shop fizeram confusão com os nomes, chamando os hamsters anões, erroneamente, de hamsters chineses.

O corpo, diferente dos outros hamsters, é comprido e fino, semelhante ao dos camundongos. As orelhas são pequenas e os olhos, redondos. As bochechas possuem bolsas para o armazenamento de alimentos. A cauda é a mais comprida entre os hamsters, mas menor que a dos camundongos ou topolinos. É rosada e pelada. As patas possuem cinco dedos, tanto as dianteiras quanto as traseiras, e são peludas.

A cor padrão é cinza com a barriga branca, e uma listra fina cinza escura no meio das costas. Existem variações das cores, com tons mais claros, escuros e até malhados. A pelagem é sempre curta e macia. Existem exemplares hairless (sem pelos), mas são muito raros e incomuns.

Como a maioria dos roedores, a visão é debilitada, com um péssimo senso de profundidade, enquanto o olfato e audição são muito apurados: o menor ruído ou mudança de cheiro é facilmente percebido pelos hamsters chineses.

O temperamento depende do manejo e socialização que o animal receber desde filhote, mas costumam ser um pouco mais ariscos que os sírios, podendo gritar e morder caso se sintam ameaçados. Com o tempo porém, aprendem a aceitar o dono e podem passar a apreciar o manuseio.

É recomendado oferecer uma rodinha de exercícios no alojamento para manter o peso do chinês em ordem. São agitados, então é preciso cuidado ao manuseá-los, pois podem pular das mãos dos donos e se machucar gravemente. Donos iniciantes devem manuseá-los sempre sobre uma superfície fofa, como a cama ou sofá, para evitar acidentes.

Dificilmente cheiram mal, embora os machos costumem estimular a glândula de cheiro que possuem na barriga com certa frequência, para espantar outros machos e atrair fêmeas. A fêmea pode soltar um odor desagradável quando está no cio ou quando se sentir ameaçada. Os dejetos praticamente não possuem cheiro, e caso a limpeza do alojamento seja feita com regularidade, o hamster chineses não costuma ter odor nenhum.

Animais pequenos e de fácil manutenção, os hamsters chineses são ótimos animais de estimação. Resta torcer para que eles sejam trazidos ao país em breve.



Por: Louis Patrick Fortunato Nunes.

Nenhum comentário :

© 2014-2015 Pets e Fofuras | Todos os direitos reservados